Notícias / Informações




Campanha Novembro Azul

A próstata é uma glândula do trato genito-urinário masculino, localizada abaixo da bexiga, diante do reto e envolve a uretra (canal da urina) e tem função na reprodução humana, produzindo o sêmen, parte do líquido espermático,  e também tem função no controle da urina (continência urinária). Na infância e adolescência tem volume pequeno, semelhante a uma ervilha, mas na vida adulta chega a ter o volume de uma noz. Após os 40 anos de idade pode aumentar de volume, chegando facilmente a volume 5-6x maiores que uma noz, causando sintomas de obstrução urinária e muitas vezes, retenção urinária com necessidade de tratamento cirúrgico. Este crescimento benigno ocorre em uma grande maioria dos homens após os 40 ou 50 anos de idade, e vai aumentando com o avanço da idade.



Em alguns casos, este tecido prostático tem um crescimento desordenado e anormal, causando surgimento de nódulos tumorais na próstata que vão crescendo em volume, chegando a tomar toda a próstata com células cancerosas, invadindo a cápsula prostática, vesículas seminais e bexiga. Com muita frequência grupos destas células tumorais se deslocam e se alojam a distância em nódulos linfáticos (ínguas) nos ossos, fígado e outros órgãos. No início, estes nódulos cancerosos de próstata não causam qualquer sintoma e são possíveis de ser identificados apenas por exames médicos periódicos de rotina. Com o avanço da doença, podem surgir sintomas urinários obstrutivos dificuldade para urinar, dor, jato urinário fraco e fino, retenção urinária aguda (impossibilidade de urinar), dores pélvicas, lombares e de outras localizações, emagrecimento, e óbito. Em mais de 95% dos casos que o Câncer de Próstata é diagnosticado por estes sintomas, ele já se encontra em fase avançada.

Devido a grande incidência deste tipo de doença, superior ao número de casos de Câncer de Mama na Mulher, o Câncer de Próstata tem preocupado médicos e pacientes , pelo grande número de homens que sofrem e morrem por esta doença. Depois do Câncer de Pele, o Câncer de Próstata é o tumor maligno mais frequente em homens. Desta forma a Sociedade Brasileira de Urologia lançou há vários anos, uma campanha Novembro Azul para chamar a atenção dos homens para que façam os seus exames médicos regularmente, que, entre outras doenças, pode identificar um câncer inicial, antes de aparecerem os sintomas. Estes tumores de próstata na forma inicial, podem ser tratados com segurança e oferecendo a cura para esta doença.

No Brasil a estimativa do Instituto Nacional do Câncer é de que neste ano serão diagnosticados mais de 60 mil casos novos de Câncer de Próstata, (aproximadamente 2,5 mil casos novos em Santa Cartarina) e 15 mil mortes de homens por esta doença. Isto significa um caso novo de Câncer de Próstata diagnosticado a cada 7 minutos no Brasil. Mesmo com a campanha Novembro Azul por vários anos, ainda hoje, 20% dos casos de Câncer de Próstata são diagnosticados em fase avançada, em que a cura se torna muito difícil ou impossível.  

Como prevenção do Câncer de Próstata e outras doenças é recomendado não fumar, praticar esportes e atividades físicas regularmente e preferir alimentos como frutas, verduras, legumes, grãos e cereais e evitar alimentos gordurosos. Estes hábitos de vida não impedem o surgimento do Câncer, mas diminuem o risco da ocorrência da doença. Outros fatores como a hereditariedade também tem grande importância no surgimento deste Câncer. A presença de familiares com Câncer de Próstata pode aumentar o risco de câncer de 3 a 11 vezes. O Câncer de Próstata é mais frequente em obesos. Homens negros tem maior incidência de câncer de próstata que homens brancos. Menos de 1% dos casos de Câncer da Próstata ocorrem antes dos 50 anos de idade e quanto maior a idade tanto maior é a incidência de Câncer de Próstata.

O Tumor de Próstata pode ser diagnosticado precocemente, em que a chance de cura chega a 90% com o tratamento adequado. A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda o exame anual dos homens acima de 50 anos ou em casos de antecedentes familiares com a doença ou homens negros devem iniciar os exames antes dos 50 anos de idade.

O diagnóstico é feito em consultório urológico em que se avalia o histórico do paciente, o exame físico com toque retal e solicitação de exames de laboratório, entre eles o PSA (Antígeno Prostático específico). É muito importante salientar que valores elevados de PSA nem sempre significam presença de Câncer, bem como valores normais ou até baixos, não excluem a possibilidade de Câncer de Próstata. O exame isolado de PSA não tem valor significativo no diagnóstico do Câncer. Em caso de suspeita do Câncer de Próstata uma Biópsia  (retirada de amostras da próstata para exame) se torna necessária para comprovação ou não da doença bem como avaliação do tipo de agressividade das células cancerosas e extensão da doença na próstata. Uma vez confirmada a presença de Câncer da Próstata, muitas vezes é necessário saber sobre a extensão local da doença e a presença ou não de metástases (tumores em outros locais, oriundos da próstata). Para avaliar esta extensão da doença e presença de metástases, são realizados exames de imagem como Ressonância Nuclear Magnética, Raio X e cintilografia óssea. Com estas informações é possível, uma orientação para o melhor tratamento do caso.

O tratamento pode consistir em vigilância ativa, em que se observa e acompanha os tumores de baixo risco de progressão em alguns pacientes selecionados. Pode também ser necessário um tratamento cirúrgico através de uma prostatectomia radical com remoção total da próstata e vesículas seminais. Em outras circunstâncias, o tratamento por Radioterapia pode ser o mais adequado, especialmente se o paciente não apresentar condições cirúrgicas. Também tratamentos clínicos ou cirúrgicos que controlam o hormônio masculino são em muitos casos utilizados e aumentam muito a sobrevida e a qualidade de vida destes pacientes. Por fim, a quimioterapia pode ser necessária em alguns casos de Câncer de Próstata.

No Planalto Norte de Santa Catarina, muitos pacientes já foram curados desta doença agressiva que encurta a vida de tantos homens além do sofrimento que causa a estes. Outros tantos estão em controle médico da doença, proporcionando alívio dos sintomas e vida mais prolongada.  Os exames prostáticos se tornam cada vez mais frequentes e o tabu que impediu muitos homens de comparecer ao exame e perder a oportunidade de serem curados, esta desaparecendo cada vez mais. Como as mulheres que já tem por hábito realizar seus exames preventivos regularmente há muitos anos, também os homens estão sujeitos a estas doenças fatais, e necessitam de cuidados médicos preventivos.

 

                                                          

                                                           Dr. Hans J. Barg

                                                           Centro Médico Oxford

                                                           Urologia  TiSBU 1707     

                                                           Ex Presidente da Sociedade Brasileira de Urologia - SC


Responsável Técnico: Dr. Antônio Joaquim Tomazini Filho - CRM/SC 4906

Área de Atuação


Cemox Hospital

Cemox Diagnóstico

Cemox Medicina do Trabalho

Saiba Mais...

Convênios


Consultas e exames particulares

Saúde Caixa

SC Saúde

Unimed

Saiba Mais...

Endereço


Centro Médico Oxford - CEMOX

Rua Frederico Rank, 530
Bairro Rio Negro
Cep 89.287-430
São Bento do Sul/SC
(47)3631-0000
Área Administrativa - ADMIN
Desenvolvimento e Hospedagem por - MachadoSBS